InícioPortalBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Minha história

Ir em baixo 
AutorMensagem
Kickass



Mensagens : 3
Pontos : 0
Idade : 23
Data de inscrição : 01/05/2013

MensagemAssunto: Minha história   Sab Maio 04, 2013 4:23 pm


Nome: Jion Fsioa Rpupz
Sexo: Masculino
Idade: 18 anos
Nação/Cidade: Praça Real / Nação do Fogo
Elemento de dobra:Fogo.

Atributos: (10 pontos para distribuir somente entre Força, Resis e Agilidade. Chakra começa com 10!)
|Força: Dano 3
|Resistência: 4
|Agilidade: 3
|Chakra: (010/500) É a energia que seu personagem usa para realizar dobras. Você desenvolverá o chakra durante aulas.

Habilidades:
Linha de fogo - o player acende uma linha de fogo com seu indicador, podendo direcioná-la na direção desejada.
Disparo I - o player consegue disparar uma "bola de fogo" do tamanho de sua mão.
Aquecer - o player esquenta o local que está inserido ao exalar calor de seu próprio corpo com sua dominação.

Itens: Colar

Aparência física: Altura: 1,79m; Peso: 70 Kg; Tipo físico: Normal e definido; Cabelo: Castanho de tamanho médio; Olhos: Vermelho; Pele clara.
Características psicológicas: Tímido com pessoas que não conheço bem, porém sou muito socializável. Extrovertido e não ligo para brincadeiras, desde que não passem dos limites. Observador e às vezes calado.

Nome do pai: Miscore Rpupz Idade: 40 anos
Nação/Cidade do pai: Praça Real / Nação do Fogo
Nome da mãe: Ili Tiuni Fsioa Idade: 38 anos
Nação/Cidade da mãe: Praça Real / Nação do Fogo
Extras: Irmão: Gibsaon Fsioa Rpupz Idade: 16 anos
Madrasta: Dóbisih Imisin Idade: 35 anos
Amigos:Semunne Idade: 18 anos
Shiyile Idade: 20 anos
Juniylli Idade: 19 anos
Junaili Idade: 18 anos
Calonno Idade: 20 anos
Dilaon Idade: 19 anos
Namoradas: Phiyile
Liphinai

História:

Não sei por onde começar. São tantas coisas, mas vamos lá.
Nasci em uma cidade pequena que na verdade nem sei o nome, e, nunca tive a curiosidade de saber. A única coisa que sei sobre a cidade é que fica ao norte de nossa capital. Eu vim para capital ainda muito pequeno, nem me lembro de ter vivido em outro lugar. Já meus pais, eles são da mesma cidade que eu. Tive uma infância muito bem vivida. Fui muito criança, brinquei demais e fiz muitos amigos. Tenho até um irmão, Gibsaon. Meu irmão nasceu aqui na capital. Nós não nos damos muito bem, mas a gente sempre fez muitas coisas juntos. Até defendíamos um ao outro. Você deve entender o que eu falo. Só havia um problema, e, era dentro de casa.
Meus pais brigavam muito. Sempre discordando eles tiveram discussões que chegaram a me assustar. Muitas vezes se separaram, mas sempre voltando um pro outro. Parecia mesmo que eles se amavam.
Antes deles se separarem, eles ficaram mais de 3 meses sem brigas ou discussões. No dia que eles se separam, de manhã, eu ouvi um falando pro outro “eu te amo”. Os dois foram trabalhar. Meu pai é oficial do exército e minha mãe trabalha como enfermeira. Nesse mesmo dia, ao anoitecer, quando chegaram em casa, eles começaram a discutir de novo, só que agora era diferente. Parecia mais sério. Eu tentei não prestar atenção no que eles estavam falando, até que uma frase me chamou a atenção – VOCÊ ME TRAIU! – disse o meu pai. E minha mãe respondeu da mesma forma. Eu tinha apenas 13 anos, nem queira imaginar como ficou a minha cabeça naquele momento.
Meu pai tinha resolvido se entregar a um romance antigo, um amor da adolescência dele. Dóbisih, Dóbisih Imisin é o nome dela. E minha mãe, achando que o que eles tinham não fosse durar mais, acabou se apaixonando por outro homem, cujo não conheço e sinceramente, não tenho muita vontade de conhecer.
Depois daquela noite eu sempre ficava pensando e refletindo. Até que, depois de muitas outras coisas que vi acontecer, acabei descobrindo que o amor não existe. O amor não basta de uma mentira, invenção, conto de fadas. Pelo menos foi isso que eu pensava. Quando fiz 15 anos conheci uma garota. Phiyile. Ela era tudo pra mim. Era. Quando nós completávamos 1 ano de namoro, ela me perguntou se eu a amava. A gente já estava junto 1 ano e eu ainda não tinha falando “eu te amo” pra ela. Pode parecer simples, mas pra mim é mais difícil do que parece. Ela conhecia a minha história, sabia da minha situação. Embora eu nuca tenha falado, eu demonstrava pra ela que a amava. Eu pensei que isso que importava. Mas acho que o universo só quis me mostrar, mais uma vez, que o amor simplesmente não existe. Abalado com a separação? Até fiquei. Pensei até em pedir pra ela para voltarmos, mas eu me senti tão traído pelo egoísmo dela que... Bem, vamos continuar com a história.
Depois da separação eu descobri o meu poder. Eu tinha herdado do meu pai a capacidade de dobrar o fogo. Foi meio estranho, mas de certa forma foi muito maneiro. Em um momento de raiva e descontrole, eu queimei, por completo, uma árvore com uma guimba de cigarro. Na hora fiquei assustado, mas depois... Depois veio uma empolgação, saí correndo e fui contar pro meu pai. Ele ficou mais empolgado que eu, pois, eu nunca em momento algum tinha demonstrado a capacidade de dobrar o fogo. No outro dia eu já estava na academia. Lá eu conheci pessoas que vou carregar pro resto da vida. Semunne é super extrovertido, é aquele tipo de amigo que te anima nunca te deixa ficar pra baixo. Dilaon é também bem extrovertido é um dos mais habilidosos entre nós. Shiyile é uma garota meiga e sensível, e, às vezes meio confusa com os seus sentimentos, procura se dedicar a dobra do fogo. Meditando muito, ela é a mais espiritual entre nós. Junyilli é muito vaidosa e tende a se manter sempre bonita e bem arrumada. Meio extrovertida e bem animada ela namora com o Dilaon. Eu e Junyilli temos uma amizade muito verdadeira, conversamos sobre tudo. Ela é uma amiga que vou levar pra sempre. Junaili é uma garota animada demais e que contagia quem estiver perto dela. Sempre bem humorada e ligada mais a diversão, ela acaba se esquecendo de se dedicar a dobra do fogo. Calonno é o mais centrado de todos nós. Ele acaba sendo meio introvertido e o mais avançado de nós. Mesmo assim ele conseguiu roubar o coração da Junaili. A amizade de nós sete é sincera e verdadeira, sempre nos mantendo unidos, a gente vai apoiando um ao outro nas dificuldades.
No dia em que eu os conheci, Shiyile, Dilaon, Calonno, Junaili e Junyilli, já eram da academia. Eu e Semunne éramos novatos, e acabamos sofrendo trote dos nossos futuros melhores amigos. E assim começou a amizade.
A academia era tudo pra mim. Lá eu me sentia leve, mas mesmo assim eu sentia um vazio no coração. Depois de 6 meses na academia eu decidi viajar para aliviar. A tensão era muito grande e eu precisava aliviar. Fui para Ilha Ember onde pude encontrar extrema paz. E lá acabei caindo na armadilha do amor outra vez. Conheci uma garota chamada Liphinai. Meiga, extrovertida e muito afetiva. Era tudo que eu precisava no momento. Eu tentei não me apaixonar, mas não consegui. Cada dia que passava eu queria mais ficar com ela. Depois de uma semana lá e 4 dias com ela, eu voltei para casa. Foi quando eu descobri que ela também morava em Praça Real. O nosso romance continuou, e, eu pude falar para outra pessoa “eu te amo”. Eu gritei – EU TE AMO!!!! – e falei pra todos que eu conhecia. Eu descobri o amor, descobri que não é invenção ou conto de fadas, é real. O amor existe!
Vasculhando nas minhas lembranças, me recordo de nós dois sentados na varanda tentando ver as estrelas, mas a luz que iluminava a gente ofuscava as estrelas, e, a gente tampava luz pra ver as estrelas. Eu tampava a luz pra ela, e, ela pra mim. Lembro também da gente sentado no chão, ela no meu colo, falando sobre coisas e sobre o amor. Mas essas lembranças são como facadas no meu coração.
Depois de 5 meses juntos, em um sábado, nós decidimos sair para comemorar o tempo que estávamos juntos. Fomos a restaurante, cinema, parque e tudo, que eu e ela sentimos vontade de fazer a gente fez. O dia foi perfeito, bom demais. Na segunda-feira seguinte, eu fui para a academia de dominação e ela foi me visitar lá. Logo quando vi fiquei feliz. Fiz umas graças pra ela com o fogo. Meus amigos também me ajudaram bastante. Foi quase um circo. Depois, eu, meus amigos e a Liphinai, fomos andar pelos arredores da academia. Foi quando encontramos um grupo de dobradores, delinquentes, que nos desafiaram. Tentando manter a disciplina, o grupo se recusou a brigar. Foi quando um dos delinquentes sussurrou no ouvido do Semunne, não sei o que era, mas mudou completamente o semblante dele. Eu nunca vi tanto ódio em uma única expressão. E com um soco ele derrubou o cara que tinha sussurrado pra ele. Foi rápido demais pra poder descrever, mas houve um combate. Fogo de um lado pro outro, e, em poucos segundos eles tinham caído ou estavam fugindo. Foi quando olhei para o lado... e vi... que ela tinha sido atingida... a dor dela se multiplicou em mim. Eu me sentia impotente, querendo salvar ela, mas sem poder fazer nada. Eu só podia tentar conforta-la. Foi a pior sensação que eu tive na minha vida. Ela morreu nos meus braços e eu ainda lembro-me das ultimas palavras dela – Ji-Jion... jamais se esqueça... ...eu... t-t-te... ...amo... – depois disso o sofrimento dela acabou. Eu pensei que a minha alma tinha ido junto da dela. Esquecer não foi uma solução. A única coisa que levo dela é o seu colar. Com ele eu ainda posso me sentir perto dela.
Agora, esse vazio parece maior que nunca no meu coração. A única coisa que me mantém em pé são meus amigos, mas eles não podem mais me acompanhar nessa jornada. Mesmo com caminhos agora distantes eu os faço perto. Eu vou trazer ela de volta pra mim, mesmo que me custe à vida inteira. E eu aprendi que o amor é a única coisa real nisso tudo, é isso que me move agora. O resto é mentira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kickass



Mensagens : 3
Pontos : 0
Idade : 23
Data de inscrição : 01/05/2013

MensagemAssunto: Re: Minha história   Sab Jun 08, 2013 9:16 pm

ninguém quer saber de avaliar a minha ficha =/.. bolei ¬¬'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Minha história
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» VW Fusca - A História - Um ícone da Industria
» Vendo parte da minha coleção
» Mais alguns kits da minha coleção.
» A minha chegada...
» A Minha Colecção - Ruben

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: .: Area para Jogadores :. :: Inscrição para jogares/Fichas :: Fichas em Revisão-
Ir para: